Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mais Mulheres Por Favor

28
Mar18

[LIVROS] | Histórias de Adormecer para Raparigas Rebeldes

447D36EE-1DE1-45AE-B52F-8F8A2F919A88.JPG

 

Histórias de Adormecer para Raparigas Rebeldes deixa-nos com vontade de devorar rapidamente cada uma das histórias de 100 mulheres magníficas, ao mesmo tempo que desejamos que nunca termine. Boa notícia: já se encontra editado em Portugal o segundo volume, com mais 100 mulheres incríveis para conhecer. Cada história é acompanhada por uma ilustração da mulher em destaque (todas feitas por mulheres), duas das quais são da autoria da portuguesa Helena Morais Soares (Frida Kahlo e Miriam Makeba).

 

A história de cada uma destas 100 mulheres, que foram escritoras, pintoras, activistas, desportistas, cientistas, entre muitas outras coisas, mostra que qualquer uma de nós (miúdas e mulheres) pode e é capaz de qualquer coisa. Não há entraves ao nosso desenvolvimento e sucesso: basta querermos.

 

Este tipo de livro faz todo o sentido enquanto ainda houver preconceito em relação à qualidade do que é produzido pelas mulheres, enquanto houver salários desiguais, desigualdade de oportunidades, etc. Faz sentido porque as raparigas rebeldes se vão sentir confiantes no seu futuro, ignorando todos os que lhe dizem que não serão capazes ou que algo não foi feito para mulheres. Assim como também faz sentido para os rapazes rebeldes pois vão perceber que podem caminhar lado a lado com mulheres incríveis, sem necessidade de diminuí-las.

 

Comprem-no para as vossas filhas e filhos, sobrinhas e sobrinhos, afilhadas e afilhados, até para vocês (como foi o meu caso), e mantenham-no por perto, para que nunca nos esqueçamos de mulheres como Alfonsina Strada (ciclista), Amna Al Haddad (halterofilista), Claudia Ruggerini (resistente antifascista), Eufrosina Cruz (ativista e política), Grace O'Malley (pirata), Irena Sendlerowa (heroína de guerra), Jessica Watson (velejadora), Kate Sheppard (sufragista), Lella Lombardi (piloto de fórmula 1), Manal Al-Sharif (ativista pelos direitos das mulheres), Mary Anning (paleontóloga), Matilde Montoya (médica), Maya Angelou (escritora), Nellie Bly (repórter), Ruth Bader Ginsuburg (juíza do supremo tribunal), Sonita Alizadeh (rapper), Wang Zhenyi (astrónoma), Xian Zhang (maestrina), Yaa Asantewaa (rainha guerreira), Zaha Hadid (arquiteta).

 

4 comentários

Comentar post